domingo, 14 de outubro de 2007

Acalanto

meu menino moleque
meu menino...
meu menino manhoso
meu menino...
me deixe te mimar
me deixe te dar meu colo
me deixe te consolar
ouça meu acalanto
tentativa de encanto
pra te enfeitiçar
ah,
meu menino moleque
meu menino...
me deixe molhar tua boca
com o calor dos meus lábios
me deixe te dar carinho
te acolher em meus braços
me deixe matar tua sede,
tua fome, teus anseios
me deixe velar teu sono
recostado em meus seios
meu menino
meu moleque
meu medo
meu mistério
me deixe desvendar-te
me deixe encontrar-te
me deixe tentar...

Um comentário:

Luciana disse...

Interessante... se não conhecesse a amiga q tenho, diria "pra quem eh esse poema"???
Pessoas importantes merecem recados importantes, outras Marina, nem tanto!!! ^^
Amo vc mulé sumida!!!
Bjos