sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Tês

O tilintar da taça. Lá dentro, um timbre tenor que transitava entre tenso e tenaz. Distante. Aos poucos sua tez, de contornos tristes, empalideceu. Tornou-se tétrica. Destacou-se entre os tetos tersos. Ao vê-lo entrar, tacou-lhe um beijo tépido. Tímido na tentativa de tornar tenro aquele afago temporão, beijou-a como um tolo. Ainda por muito tempo. Tirou o terno, tacando-o na estante de madeira tosca e tocou sua tez, agora de um tom tão rubro quanto tomate. Arredia e custosa, tolheu o seu toque, tentando conter a tontura e a temperatura de seu corpo que agora transformara-se numa tocha acesa. Tanto tormento não iria terminar? E se talvez... Era uma tolice. Uma grande tolice! Tentou conter-se, manter toda a compostura. Mas aquele toque... Aquele toque tranformou todo seu tino num turbilhão a atropelar-lhe o juízo. Era tarde. Entregou-se a ele como um títere. E ele a tomou como a um topázio. Ela deixou-se recostar em seu tórax destacando, entre seu porte de touro, seus contornos torneados. Estava entregue. Enredada como numa teia a qual não tentava mais transpôr. E todo aquele temor de sentir-se torpe, tornou-se neste momento um único torpor. Nada mais a lhe torturar. Nenhuma palavra para traduzir tudo o que transcorrera até aquele momento. O tempo não mais existia.

6 comentários:

Su disse...

Vc sabe como mexer com as palavras!

bjosss!!!

Salve Jorge disse...

Tês
Tens
Vês
Vez
Viés
Aos pés
Rés
Tereis
Tentarei...

Mr. Ziggy disse...

Ah, que maravilha esse seu texto! O que mais gostei, o que mais me soou verdadeiro e, sem dúvidas, riquíssimo! Beijo meu pra você!

Thaís disse...

Ela voltou.
E diga-se de passagem.
Voltou com tudo!

Lindo.
Doce.
Quase inocente!

Um beijo

André disse...

caralho marina, mto bonito e criativo ... impressionante!

Filipe Garcia disse...

Olá Marina,

aliterações sempre me deixam extasiado. Sinto-me preso nas palavras, acabo perdendo o conteúdo do texto. Mas no seu caso foi diferente, em meio a tantos "t", fui movido para uma atmosfera romântica de conquista entre os personagens. E a imagem ficou bem delineada na minha mente.

Aplausos!

Um beijo pra você.