sexta-feira, 27 de julho de 2007

Plágio dedicado a alguém especial

Sempre tive medo...
principalmente, medo de me entregar...
de correr atrás do que quero de verdade.
Estou diferente...
"A cada dia que vivo,
mais me convenço de que o desperdício está no amor que não damos,
nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca
e que esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade.
A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional."
Estou tentando...
e aprendendo.
Pulei de olhos fechados, ainda estou planando...
mas não perdi o medo da queda.

(inserção do texto de
Carlos Drummond de Andrade)

4 comentários:

Canções do Cantor disse...

=)
Adoro te ler

Canções do Cantor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
André disse...

Obrigado Marina.
Bom saber que você lê Drummond também. Bom texto!

Canções do Cantor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.